Laverne Cox na Marvel

Laverne Cox está cotada para ser a primeira super-heroína trans do MCU; conheça Sera

por Fernando Diego Sioli

Laverne Cox ficou famosa do grande público por conta de sua atuação em Orange Is The New Black da Netflix. A atriz trans, que já é um ícone dentro da comunidade LGBTQIA+, está sendo cotada pela Marvel Studios para viver a primeira super-heroína trans do MCU.

O presidente da Marvel no cinema, Kevin Feige já havia prometido que no futuro a diversidade e representatividade seria algo bem presente. A Fase 4 já mostra muito disso, mas parece que não vai parar somente nos heróis títulos das produções, como em outros personagens. E assim, teremos a primeira super-heroína transgênero do cinema em Thor: Love and Thunder (ainda sem título em português).

Uma fonte do site We Got This Covered contou que o diretor do filme Taika Waititi incluira a personagem Sera, que é uma anjo trans no universo da Marvel. A fonte ainda afirmou que Laverne Cox está sendo cotada para o papel, mas que ainda não foi confirmada a sua participação.

Sera: Uma mulher trans anjo

Angela e Sera, casal lésbico da Marvel
Angela e Sera, casal lésbico da Marvel (foto: Reprodução)

A representatividade trans na Marvel é sempre rondada de alguns problemas, principalmente quando se fala de personagens metamorfos. Como Mística, que pode ser homem ou mulher, ou a alienígena Skrull, Xavin, que nasceu homem, decidiu se identificar como mulher por que se apaixonou por uma mulher lésbica, mas que pode mudar de forma como quiser.

Sera é única. Ela nasceu biologicamente como um Ancorite, raros anjos que só nascem masculinos de Heven, um dos reinos inimigos de Asgard. Ainda um anjo homem, ela iniciou sua uma transição consciente para uma identidade feminina. E ela mesma diz no quadrinhos que "Eu sempre fui Sera". Essa história representa muito mais a realidade de uma pessoa trans, do que um simples metamorfo.

VEJA TAMBÉM: Wiccano e Hulkling: Conheça o casal gay da HQ censurada na Bienal do Rio

A personagem apareceu pela primeira vez na revista Angela: Assassina de Asgard de 2015. E sua história cruza justamente com a personagem título, Angela. As duas se apaixonam e travam batalhas juntas, até que Sera morre e Angela faz de tudo pra que sua amada volte a vida.

Além de ser um ser místico, Sera ainda estudou magia. Apesar disso causar problemas com os Hierophants, seres poderosos que guardam os poderes do templo, no qual os anjos Ancorites são criados e mantidos.

Teremos Sera em Thor 4?

Sera nos quadrinhos
Sera nos quadrinhos (foto: Reprodução)

O que se sabe realmente é que a personagem foi incluída desde o primeiro esboço do roteiro do filme. Obviamente, poderá haver mudanças mas se ela não aparecer em Love And Thuner, ela estará em outro projeto futuro da Marvel.

De qualquer forma, saber que estão contratando pessoas trans e incluído personagens trans nas produções já é um início. Em Julho, Homem-Aranha: Longe De Casa trouxe um ator trans, o Zach Barack, no filme como um dos amigos de sala de Peter. Na terceira temporada de Jessica Jones, a atriz Aneesh Sheth faz o papel de Gillian, nova assistente da detetive.

LEIA TAMBÉM: Representatividade no MCU: Marvel confirma personagem abertamente gay em Eternos

Thor 4 já começou a ser filmado em Agosto na Austrália e já temos a confirmação da Thor Mulher, como a Jane Foster de Natalie Portman, e Valquíria saindo do armário (!!!) como bissexual, e procurando uma rainha, agora que é Rei de Asgard. E agora Sera entra para a conta da representatividade. Queremos mais!

Para saber mais sobre a representatividade na fase 4 da Marvel, você pode escutar o episódio do Orgulho Contra-Ataca onde todos os filmes, incluindo Thor: Love An Thunder, Eternals e Shang-Chi. são abordados. Escute no player abaixo ou em qualquer plataforma de áudio:

Listen to "#16 - Marvel, há cada dia mais inclusiva e milituda" on Spreaker.

Recomendados