TESTE

Marcas Nerd

UNIVERSO EXPANDIDO: As Maiores Franquias da Cultura Pop e Nerd

por Fernando Diego Sioli

Uma franquia de mídia vai muito além do que somente uma obra fílmica, ou sua sequência, consiste em um cross-marketing. Ou seja, a criação de vários produtos lançados simultaneamente, sejam ficcionais ou de merchandising. Quando essas obras recriam os mundos fantásticos, cheio de identidade, que respeitam a propriedade intelectual da obra original, as produções acabam por alimentar a marca, deixando esse universo expandido extremamente popular.

Desde filmes e séries, como Star Wars, passando por livros, como Harry Potter, e até vídeo games, como Street Fighter, as franquias de mídia da Cultura Pop criam legiões de fãs que consomem tudo o que é lançado delas, desenvolvem comunidades, promovem eventos, mantém coleções gigantes, e até mesmo criam suas próprias histórias, as fanfics.

Franquias da Cultura Pop
Franquias da Cultura Pop (foto: Divulgação)

Harry Brown no livro Videogames And Education citou detalhes que mostraram que a produção de filmes e videogames aconteciam simultaneamente:

"Em um dos empreendimentos mais famosos da convergência da mídia, [As Wachowskis], as criadoras da trilogia Matrix, produziram o jogo Enter the Matrix (2003) simultaneamente com os dois últimos filmes da trilogia, gravando cenas para o jogo nos cenários do filme com os atores do filme e lançando o jogo no mesmo dia em que Matrix Reloaded."

Confira neste especial uma lista com as Franquias da Cultura Pop que se destacam:

Franquias Que Atravessam Gerações

Algumas franquias são extremamente antigas, basta lembrar de filmes de personagens icônicos do cinema, como Charlie Chaplin da década de 30, ou até mesmo histórias que foram reformuladas e hoje parecem modernas, mas são clássicas, como O Senhor dos Anéis, que teve seus livros lançados ainda na década de 50. Mas existem franquias antigas que continuam se renovando até os dias de hoje.

Star Wars

Franquia Star Wars
Franquia Star Wars (foto: Divulgação)

A famosa franquia de George Lucas foi lançada nos cinemas ainda em 1977 e rapidamente se tornou um fenômeno Pop. Os nove filmes principais são divididos nas décadas de 70/80, Anos 2000 e mais atualmente no final da década de 2010. Mas a marca Star Wars trabalhou todos os aspectos da saga para expandir o universo para diversas mídias, desde seu nascimento: séries animadas, videogames, livros, quadrinhos, merchandising, que são materiais promocionais e brinquedos, e, até mesmo, atrações em parques temáticos.

VEJA MAIS: No Especial Star Wars do O POVO

Recentemente, a série The Mandalorian do Disney Plus se tornou um enorme sucesso de crítica e de público, abrindo mais um caminho. A franquia tem, atualmente, o título de recorde do Guiness Book de “franquia de filmes de maior sucesso” com valor estimado de 70 bilhões de dólares.

Confira um webdoc do O POVO sobre o amor dos fãs de Star Wars:

Star Trek

Franquia Star Trek
Franquia Star Trek (foto: Divulgação)

A série original de ficção científica Star Trek segue o caminho da nave USS Enterprise através do universo, encontrando mundos diferentes e situações que trazem os personagens refletindo sobre moral, filosofia e relacionamentos.

Desde o lançamento em 1966, a série ganhou várias produções ao longo dos anos, seja na TV com série principal e outras spin-offs. Uma Franquia cinematográfica, dividida em três eras: a 1ª Era com os filmes originais entre os anos 70 e início dos anos 90; a 2ª Era com os filmes da Next Generation dos Anos 90 e início dos Anos 2000; e a 3ª Era com o reboot do início dos Anos 2010.

Além disso, a marca lançou também vários livros, videogames e quadrinhos. Atualmente, a franquia tem duas séries simultâneas, em dois serviços de streamings diferentes, Star Trek: Discovery na Netflix e Picard na Amazon Prime Video.

Doctor Who

Franquia Doctor Who
Franquia Doctor Who (foto: Divulgação)

Doctor Who foi feita para perdurar e ganhar fãs através dos tempos. O sucesso da série britânica começou em seu lançamento em 1963, teve um hiato nos anos 90 e voltou com uma releitura em 2005 e continua até hoje. O personagem principal já foi interpretado por 32 atores e uma atriz.

A franquia faz parte da cultura da Inglaterra de forma latente, tendo como símbolo uma cabine policial do país, a famosa máquina do tempo TARDIS. A marca Doctor Who já ganhou vários spin-offs e adaptações, em quadrinhos, livros, filmes, merchandising e até áudio dramas.

James Bond

Franquia James Bond
Franquia James Bond (foto: Divulgação)

As histórias do espião britânico começaram ainda em 1953, primeiramente em uma série de livros. E logo ganhou adaptações em várias mídias, como séries e programas de TV, os famosos filmes, programas de rádio, quadrinhos, videogames e até espetáculos de ópera.

James Bond se assemelha a Doctor Who por possuir vários atores, porém ainda nenhuma atriz, já ter interpretado o papel do protagonista britânico. Foram seis no total. Porém, em Doctor Who o personagem principal é representado por encarnações, em Bond, o personagem simplesmente ganha o manto do agente 007. O próximo filme da franquia é 007 - Sem Tempo Pra Morrer, com lançamento programado para o final de 2020 e o 25º da série com Daniel Craig no papel.

Franquias Cinematográficas

Extremamente rentáveis, as franquias do Cinema geralmente começam quando o filme original faz tanto sucesso, que os estúdios de Hollywood planejam suas sequências e assim criando os Universos Expandidos a partir deles.

Matrix

Franquia Matrix
Franquia Matrix (foto: Divulgação)

O filme das irmãs Wachowskis foi lançado em 1999 e se tornou um sucesso tão grande, que virou um clássico moderno, com diversas teorias científicas e até filosóficas, por causa dos contrapontos da história com a nossa realidade e o futuro cyberpunk mostrado em Matrix. O filme ganhou suas continuações em 2003, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions que foram gravados juntos e lançados quase em sequência, no mesmo ano.

Apesar de somente três filmes (o quarto está sendo produzido e deverá ser lançado em 2022), a franquia do cinema lançou ainda Animatrix, lançado em 2003, uma coleção de curtas animados. Ainda foram lançados videogames, quadrinhos, livros de bastidores, muito merchandising e até uma tela de descanso para Windows simulando a chuva digital do filme.

Velozes e Furiosos

Franquia Velozes e Furiosos
Franquia Velozes e Furiosos (foto: Divulgação)

Com 9 filmes lançados, o primeiro em 2001, Velozes e Furiosos ganhou muito mais força depois de seu renascimento em 2009, com seu quarto lançamento, quando mudou a fórmula de simples corridas ilegais, para uma franquia de espionagem e assaltos. São oito filmes da franquia principal e um filme spin-off, chamado Hobbs e Shaw.

O sucesso da marca é tão grande entre os amantes dos super-carros, que já foram lançados curtas, vários videogames, programas televisivos ao vivo, brinquedos e atrações no parque temática da Universal Studios na Califórnia.

Transformers

Franquia Transformers
Franquia Transformers (foto: Divulgação)

Diferente de algumas franquias cinematográficas, Transformers veio originalmente de outro tipo de franquia, os brinquedos. Os primeiros Autobots e Deceptions foram criados de outras linhas de mechas, os robôs-gigantes japoneses, e já foram lançados juntos com desenhos animados para divulgar os brinquedos E assim, ganharam vida em quadrinhos, videogames e animações.

A franquia está alocada aqui na parte do cinema, por conta do estrondoso sucesso atualmente, desde o lançamento de 2007, dos seus live-actions adaptados das histórias dos brinquedos originais. Ao todo foram lançados seis incluindo o spin-off do Bumbleblee, somando mais de 1,5 bilhão de dólares, somente com os filmes. Transformers possui tantos fãs que eles têm sua própria convenção, a Bot Con.

Jurassic Park

Franquia Jurassic Park
Franquia Jurassic Park (foto: Divulgação)

Jurassic Park também não surgiu diretamente nos cinemas. Na verdade, o primeiro filme de 1993 de Steven Spielberg é uma adaptação do livro homônimo de 1990 de Michael Crichton. Por conta do sucesso da primeira trilogia, videogames, quadrinhos, merchandising e atrações nos parques temáticos da Universal, a franquia chegou a figurar nos 2000 na lista das franquias de marcas mais rentáveis com 5 bilhões de dólares.

Em 2015, depois de vários adiamentos, problemas legais e projetos rejeitados, os dinossauros clonados voltam ao cinema. Agora numa escala maior, Jurassic World funciona como um soft-reboot nos cinemas e já rendeu uma sequência, novos games, novos quadrinhos e animações com a LEGO.

Livros

Assim como algumas franquias que fizeram sucesso mundialmente foram baseadas em produtos de outras mídias, existem também as franquias que fazem tanto sucesso na literatura que se tornam fenômeno em outras mídias.

Harry Potter e o Wizarding World

 
Franquia Harry Potter
Franquia Harry Potter (foto: Divulgação)

Desde sua primeira edição de 1997 no Reino Unido, Harry Potter foi marcado por uma popularidade enorme. Já um ano depois, a produção da adaptação dos livros começava, e em 2001 “Harry Potter e A Pedra Filosofal” seria lançado. A saga adaptada foi um sucesso gigantesco durante toda a década de 2000 e início dos anos 2010.

VEJA TAMBÉM: 10 Coisas reveladas por JK Rowling sobre os livros de Harry Potter

Além do sucesso dos livros e dos filmes, a saga de Harry Potter foi se expandindo para produções como peça de teatro, que teria roteiro lançado como livro, um site que entregava histórias complementares e contos extras, além de uma saga spin-off original nos cinemas. Animais Fantásticos iniciou em 2016 lançando a marca do universo compartilhado, Wizarding World. E o mundo bruxo de Harry Potter não se limitava às histórias, ganhando vários videogames, brinquedos e merchandising, livros em áudio e também parques temáticos e atrações turísticas.

Game Of Thrones: As Crônicas de Gelo e Fogo

Franquia Game Of Thrones
Franquia Game Of Thrones (foto: Divulgação)

O primeiro volume de As Crônicas de Gelo e Fogo chegou às lojas em 1996, e foi um fracasso para de vendas. E foi só depois do lançamento dos volumes dois, de 1998, e três, de 2000, volumes que a história começou a ganhar força se tornando best-sellers.

Talvez por isso, a saga só veio se tornar referência cultural em meados de 2000. Porém, devido a quantidade de personagens, cenas fantásticas e histórias longas, uma adaptação para o cinema parecia complicada.

Porém, a HBO investiu na ideia da série, que foi lançada em 2011, se tornou um enorme sucesso, com 8 temporadas, e alavancou a saga de livros, que ainda não teve o seu final lançado. Além da série, foram lançados quadrinhos, três videogames, merchandising, jogos de tabuleiro e outros livros do mesmo universo.

O Senhor dos Anéis e a Terra-Média

Franquia Senhor dos Anéis
Franquia Senhor dos Anéis (foto: Divulgação)

Podemos afirmar que O Senhor dos Anéis também é uma franquia que perpassa por várias gerações. O primeiro livro que se passa na Terra-Média é O Hobbit de 1937, mas foi com os livros de O Senhor dos Anéis, publicados entre 1954 e 1955, que a saga mundialmente popular.

A história de Frodo e o Um Anel ganhou adaptações para rádio já na década de 1950, várias peças de teatro, jogos de RPG e uma animação ainda nos anos 1970. Mas foi com a adaptação cinematográfica em live-action que a franquia voltou com tudo, se tornando parte da Cultura Pop, com seis filmes, videogames, merchandising e diversos produtos.

Jogos Vorazes

Franquia Jogos Vorazes
Franquia Jogos Vorazes (foto: Divulgação)

A trilogia de livros de Suzanne Collins foi lançada em 2008 e desde seu lançamento ganhou uma legião de fãs, antes mesmo da adaptação para o cinema. Entrando em diversas listas de livros mais vendidos.

Já suas adaptações de Jogos Vorazes expandiram a saga para a cultura pop, ganhando quatro filmes de sucesso e fãs por todo o mundo. A franquia ganhou mais um livro em Maio de 2020, chamado “A Cantiga dos pássaros e das serpentes” conta a história antes dos eventos da trilogia original.

Games

Apesar de ser uma indústria mais "jovem", se comparada às outras desta lista, de acordo com a empresa de análise do mercado SuperData, os games movimentaram mundialmente US$ 120 bilhões em 2019. Os jogos mobile impulsionaram esse mercado e não podia ser diferente em algumas das maiores franquias.

Pokémon

Franquia Pokémon
Franquia Pokémon (foto: Divulgação)

Os Pocket Monsters foram lançadas em 1996 em jogos do GameBoy, console portátil da Nintendo da época, e a partir daí se tornou um fenômeno por expandir a marca para jogos de card, desenhos animados, filmes, livros, mangás, parque temático e até mais recentemente filme em live-action, o bem-sucedido Detetive Pikachu.

A força de Pokémon não diminui por seu foco infantil e a evolução que acompanha públicos e plataformas. Seja nos lançamentos principais, que vão se renovando mas sempre usando uma mesma lógica, dois jogos que se complementam. Seja nos spin-offs e remakes que ganham o coração dos adultos que foram fãs quando criança, como o famoso Let’s Go Pikachu.

Inovadora, a franquia não visualiza somente games de console. E em 2016, a Nintendo lança o aplicativo gratuito, mas com compras opcionais, Pokémon Go que se tornou um fenômeno cultural, por usar Realidade Aumentada.

Super Mario

Franquia Super Mario
Franquia Super Mario (foto: Divulgação)

Além da franquia Pokémon, a Nintendo também é responsável pelo lançamento de Super Mario. O primeiro jogo que Mario protagonizou foi Donkey Kong em 1981, que tinha o nome do vilão do jogo, que se tornaria outra franquia famosa. Mas depois de dois anos, Mario Bros iniciava o sucesso da sua série, que já conta com mais de 200 lançamentos, incluindo principais e spin-offs, como Mario Kart, Mario Party, Paper Mario e muito mais.

Super Mario ainda aparece em muitas outras mídias, séries animadas, desenhos animados, merchandising, quadrinhos, mangás e um filme duvidoso em live-action dos anos 90. Depois desse sucesso, a série do italiano se tornou a franquia mais vendida do mundo com 639 milhões de cópias vendidas.

Resident Evil

Franquia Resident Evil
Franquia Resident Evil (foto: Divulgação)

Talvez a franquia mais inovadora dos games, Resident Evil começou em 1996 e criou um gênero, o Survival Horror, que seria um jogo de sobrevivência com horror e ação, incluindo também uma narrativa mais profunda e personagens carismáticos. Através de várias sequências, o jogo consolidou seu estilo com os incidentes e as armas biológicas criados pela Umbrella Corporation.

Em seus mais de 20 anos, a franquia conseguiu mudar de rumo para entender o que a indústria procurava, criando jogos com gameplay mais fluído, como Resident Evil 4, flertou com a ação, em Resident Evil 5 e 6, e retornou às suas origens a partir de Resident Evil 7. E, atualmente, é a franquia mais vendida da Capcom.

Além dos games, a marca assustadora possui filmes animados, livros, quadrinhos, mangá, uma variedade de merchandise e os filmes em live-action com a marca são até hoje os filmes baseados em games mais assistidos do mundo.

Street Fighter

Franquia Street Fighter
Franquia Street Fighter (foto: Divulgação)

Com seu original lançado em 1987 foi sua sequência Street Fighter 2, de 1991, que a popularidade aumentou e fez a marca virar mundial. O jogo de luta possuía uma jogabilidade única e grandes personagens, com mais de 70 lançados até hoje.

A franquia sempre investiu em outras mídias com desenhos animados, mangás, quadrinhos, merchandising, séries e filmes, incluindo um de grande sucesso de 1994.

Quadrinhos

Apesar dos super-heróis terem virado um fenômeno pop, principalmente por causa do cinema, as narrativas das histórias em quadrinhos já eram apreciados por muitos jovens e crianças desde o final do século XIX. Atualmente, existem personagens e empresas de quadrinhos tão populares que se tornaram marcas mundiais e acumulam lançamentos com uma grande demanda.

Marvel

Franquia Marvel
Franquia Marvel (foto: Divulgação)

A Marvel foi fundada em 1939, mas foi só nos anos 1960 que se especializou na publicação de revistas de super-heróis, voltados sempre para atender uma grande massa, com histórias de aventura, fantasia e ficção-científica. E, assim, começaram a surgir os produtos da empresa licenciados com os heróis, e já na década de 1990 eles ganharam outro patamar pela popularização dos desenhos animados e dos videogames.

E foi no final dessa década que a empresa precisou vender algumas de suas licenças dos personagens para produtoras de cinema. E assim, surgiram franquias do cinema como Homem-Aranha de Sam Raimi, X-men da Fox e muito outros. Somente em 2009, foi que a Marvel realmente pode lançar seus próprios filmes, e o momento tardio permitiu a empresa criar um universo compartilhado e muito bem planejado, o MCU, que atualmente possui três filmes da franquia, Vingadores, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, entre as dez maiores bilheterias do cinema mundial.

VEJA MAIS: No Especial Guerra Infinita no O POVO

A Marvel tem uma infinidade de brinquedos e merchandising lançada, seja dos quadrinhos como dos filmes, além de livros, programas de TV, séries, jogos de cartas, parques temáticos e espetáculos ao vivo, incluindo a The Marvel Experience, que é uma experiência de viagem ao mundo Marvel.

DC Comics

 
Franquia DC Comics
Franquia DC Comics (foto: Divulgação)

A DC Comics foi fundada em 1934 e sua sigla que vem de Detective Comics, revista em quadrinho que lançou o Batman. Junto ao homem-morcego, Superman, Mulher Maravilha e Flash, a empresa tinha personagens que já estavam presentes no imaginário popular desde seu início. E foi se expandindo principalmente por adaptações de séries de televisão, ainda na década de 1950, e os desenhos animados, na década de 1960.

Se com a Marvel o cinema demorou bastante, para a DC Comics os filmes dos dois personagens principais da empresa foram sucesso por muitos anos. Superman começou sua franquia em 1974 e Batman já ganhou várias franquias no cinema em 1989. Na verdade, a facilidade é que a DC Comics é uma subsidiária da Warner Bros, que produz os filmes.

VEJA TAMBÉM: 10 Personagens LGBT das séries da DC Comics

Essa relação entre as empresas facilita também a produção das séries, que viraram um grande sucesso com o Arrowverse, franquia de séries lançada em 2012. E desde 2013, a Warner lança os filmes da DC dentro de um universo estendido, que têm (ou não) ligações entre si.

Por conta das diversas eras e renascimentos, a DC sempre trabalhou com uma infinidades de universos e realidades paralelas, o que deu liberdade para a empresa inovar nas outras mídias. Incluindo lançamentos para diversos públicos simultaneamente, como é o caso dos desenhos animados. Jovens Titãs possuem duas versões, uma mais infantil e outra adolescente. Existe também a franquia DC Super Hero Girls, focada nas personagens femininas. E ainda os filmes em animação da Liga da Justiça, que são bem recebidos por abordar temas mais maduros e pesados.

Além das séries e filmes, os quadrinhos da DC são sucesso em tudo onde estão presentes, merchandising, brinquedos e colecionáveis. Já os videogames, possuem um universo poderoso com franquias atuais fortes, como Injustice e Batman Arkham.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo até aqui, mas o nosso Especial não vai parar de ser atualizado. Então, siga nossas redes sociais no Instagram e Facebook, procurando por @coneopovo ou acessando nossos links, que iremos divulgar as próximas atualizações.

Este especial é escrito por Fernando Diego Sioli, criador de conteúdo do Podcast Orgulho Contra-Ataca e da coluna Fora do Ar, Mário! aqui da CONE. Siga nas redes sociais: FerdieSioli e OrgulhoPodcast. E aguarde que vem muito mais Franquias da Cultura Pop por aí.

Continua nas próximas atualizações…

Divulgação
Divulgação (foto: Divulgação)

Recomendados